Quando os condutores estão cientes da segurança na estrada, é mais provável que vão à sua oficina de confiança para verificar o veículo. Somos responsáveis não só de garantir que todos os elementos estão em bom estado, mas também de alertar sobre os riscos de viajar de carro no verão.

Por isso, hoje vamos rever as peculiaridades de conduzir com calor, da mesma forma que o fazemos quando é preciso conduzir com gelo ou neve.

 

Sete considerações ao viajar de carro no verão

Revisão mecânica do carro

Com sorte, já conhecerá os veículos dos seus clientes, aos que já terá feito alguma revisão, mas, se foram à oficina por outra razão, convém lembrar a importância de realizar uma revisão mecânica do carro antes de sair de viagem.

É essencial, mas não só quando vamos viajar de carro no verão: deveria fazer-se, em geral, antes dos trajetos longos, sobre tudo quando há muito tempo que não foram à oficina ou não fizeram a revisão anual.

Naturalmente, um dos aspetos mais importantes é o estado dos pneus: verificar que o veículo leva pneus de verão ou de todas as estações e não de inverno, rever a pressão, se o piso de pneus está gasto, ou ainda se existem deformidades.

Estes aspetos são essenciais para fomentar a segurança rodoviária não só dos nossos clientes na estrada, mas também dos outros condutores. Nós da Tirso Pneus, como fornecedores de pneus por grosso, não podemos esquecer este tipo de recomendações.

 

Fadiga ao volante

O cansaço pelo trabalho, o calor, a volta da praia, da montanha, ou de fazer turismo, e a falta de descanso adequado podem fazer que a fadiga ao volante esteja presente na hora de viajar de carro no verão.

É preciso lembrar a importância de descansar pelo menos o dia e a noite prévios à viagem, não só antes de começar as férias, mas também após terminá-las. O calor próprio do verão pode fazer sentirmos ainda mais cansaço, assim que é importante levar as coisas com calma, e descansar antes de arrancar.

 

Sonolência

O ponto anterior leva irremediavelmente a este: um dos maiores problemas na hora de viajar de carro no verão. Sempre devemos dormir e descansar adequadamente antes de fazer uma viagem, já que o cansaço, junto com o calor e a possível monotonia da estrada, podem fazer-nos sentir sonolência.

A conhecida como hipnose da autoestrada pode constituir um problema para muitos condutores: a monotonia visual e sonora pode provocar-nos um estado de sonolência. Se isto acontece, lembre-se de parar e sair para esticar as pernas. Se isto não é suficiente, pode tentar de dormir um pouco.

 

Stress

Viajar de carro no verão pode produzir stress por muitas razões:

    • O calor. O calor produz uma sensação de desassossego para muitas pessoas, assim que é importante manter o carro a uma temperatura estável de entre 21 e 23 graus, levar roupa permeável e larga para conduzir tranquilos e confortáveis.
    •  A quantidade de veículos. No verão, com as operações de saída e volta das férias, muitas estradas ficam cheias de veículos, o que pode provocar stress. Só mantenha a calma e respeite a distância de segurança e os sinais de tráfego.
    • A pressa. Muita gente quer começar as férias o mais cedo possível ou chegar à casa já, indo com pressa por chegar ao destino. Não sucumba: mantenha a calma,  nem a praia, nem a casa vão movimentar-se.

 

Desconforto ocular

Viajar de carro no verão é para muitos condutores sinónimo de desconforto ocular. A fadiga visual aumenta pelas reflexões do sol, assim que é importante levar óculos de sol polarizados no carro. Além disso, se é preciso, deverão estar graduados para ver bem a estrada e os sinais.

 

Distribuição da carga

Quando os utilizadores vão à oficina, lembre-os de distribuir bem a carga no bagageiro. Não é uma questão do tamanho das malas, mas do peso. Ou seja, o peso do veículo tem de estar bem distribuído porque, de outra forma, poderíamos perder o controlo do carro.

Malas, guarda-sol, frigorífico, cadeiras… às vezes levamos elementos necessários pelas férias, e às vezes outros que não são realmente precisos. Lembre que não se deve sobrecarregar o veículo para uma viagem, já que pode ter consequências negativas pelo consumo de combustível e pela segurança.

 

Distrações

O GPS, o telemóvel, ou ainda os acompanhantes podem ser uma distração pelo condutor. Se percebe que algum dos seus clientes leva o suporte pelo telemóvel no lugar errado, avise-o, não só por questões de segurança, mas também para evitar sanções.

Além disso, quando conduz, lembre que não pode verificar os dispositivos elétricos e, se é preciso, faça uma pausa com os seus acompanhantes. É preferível deter-se antes que a distração seja demasiado grande.

Como vê, viajar de carro no verão apresenta umas peculiaridades que devem levar-se em conta, ou podem tornar-se elementos potencialmente perigosos. Recomende os seus clientes uma condução responsável, e uma revisão do veículo habitual. Assim, todos desfrutaremos dumas boas férias.